top of page
Buscar
  • Foto do escritorLucca Hansen

O que é a medida da pressão intraocular (PIO)?

O que é a medida da pressão intraocular (PIO)?


A pressão intraocular (PIO) é a medida da pressão do líquido que circula dentro do olho. Esse líquido, chamado humor aquoso, é produzido na câmara anterior do olho e é responsável por manter a forma do olho e fornecer nutrientes para a retina.



Imagem mostrando a Circulação Normal do Humor Aquoso. Ele é produzido no corpo ciliar e transita através da íris para ser drenada pelo trabeculado que é uma estrutura do ângulo do olho (ângulo iridocorneano).
Imagem mostrando a Circulação Normal do Humor Aquoso. Ele é produzido no corpo ciliar e transita através da íris para ser drenada pelo trabeculado que é uma estrutura do ângulo do olho (ângulo iridocorneano).

A PIO é medida em milímetros de mercúrio (mmHg). O valor considerado normal da PIO é de até 21 mmHg.

Valores acima de 21 mmHg são considerados hipertensão ocular, que é um fator de risco para o glaucoma.


Importância da medida da pressão intraocular

A medida da pressão intraocular é um exame simples e indolor que pode salvar a visão. É importante realizar exames oftalmológicos regulares, mesmo que não apresentem sintomas, para detectar o glaucoma precocemente.

As pessoas com maior risco de desenvolver glaucoma são:

  • Pessoas com mais de 40 anos;

  • Pessoas com histórico familiar de glaucoma;

  • Pessoas de raça negra;

  • Pessoas com outras doenças oculares, como catarata, miopia ou hipermetropia.

Como se mede a pressão intraocular?

Existem vários métodos para medir a PIO. Os principais métodos são:


  • Tonometria de aplanação de Goldmann: Este é o método mais preciso para medir a PIO. É realizado com um instrumento chamado tonômetro de Goldmann, que aplica uma pequena pressão na córnea do olho. É usado uma gota de colírio anestésico para que a medida de pressão seja feita com conforto. É considerado o jeito mais preciso de medir a pressão intraocular (exame padrão ouro).

Foto mostrando a Tonometria de Aplanação de Goldmann
Tonometria de Aplanação de Goldmann
  • Tonopen: Este método é mais rápido e fácil de realizar do que a tonometria de Goldmann. É realizado com um instrumento chamado tonopen, que aplica uma pequena pressão na córnea do olho.

Tonopen: aparelho para medir a pressão intraocular.
Tonopen: aparelho para medir a pressão intraocular.

  • Tonometria de sopro: Este método é realizado com um instrumento chamado tonômetro de sopro, que aplica uma corrente de ar na córnea do olho.

Tonometria de sopro: aparelho que mede a pressão usando o sopro do ar.
Tonometria de sopro: aparelho que mede a pressão usando o sopro do ar.

  • Tonometria de rebote: Este método é realizado com um instrumento chamado tonômetro de rebote, que aplica uma pequena pressão na córnea do olho e mede a altura do rebote.

Tonômetro de Rebote: aparelho usado para medir a pressão intraocular.
Tonômetro de Rebote: aparelho usado para medir a pressão intraocular.

O que a pressão intraocular elevada (hipertensão ocular) pode causar?


A pressão intraocular elevada pode causar danos ao nervo óptico, que é o nervo responsável pela transmissão das imagens ao cérebro. Esses danos podem levar à perda de visão, que pode ser irreversível. Chamamos esta lesão de Glaucoma.


A hipertensão ocular é um fator de risco para o glaucoma, que é uma doença que causa danos ao nervo óptico. O paciente que tem a pressão dos olhos elevadas é chamado de Hipertenso Ocular.


O que é o Glaucoma?


O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. É causado e piorado pela Hipertensão Ocular (aumento da PIO acima de 21mmHg).


Existe, porém, o Glaucoma de Pressão Normal, que é o glaucoma que cursa com a pressão dos olhos normal, é mais comum na população asiática.



A hipertensão ocular pode causar outras doenças?


Outras doenças que podem ser causadas pela pressão intraocular elevada são as oclusões vasculares do fundo de olho. As oclusões vasculares são obstruções dos vasos sanguíneos que irrigam o fundo do olho. As oclusões mais comuns são a oclusão da veia central da retina (OVCR) e a oclusão da artéria central da retina (OACR).


A OVCR é uma obstrução da veia central da retina, que é o vaso sanguíneo principal que drena o sangue da retina. A OACR é uma obstrução da artéria central da retina, que é o vaso sanguíneo principal que irriga a retina.


Ambas as oclusões vasculares podem causar perda de visão, que pode ser irreversível.



Tratamento do glaucoma

O tratamento do glaucoma tem como objetivo reduzir a pressão intraocular para impedir a progressão da doença. Existem vários tipos de tratamento para o glaucoma, incluindo:


  • Colírios: os colírios são o tratamento mais comum para o glaucoma. Existem vários tipos de colírios que reduzem a pressão intraocular.

  • Laser SLT:

  • Cirurgia: a cirurgia pode ser necessária para reduzir a pressão intraocular em casos de glaucoma avançado ou quando os colírios não são eficazes.

A medida da pressão arterial tem relação com a medida da pressão intraocular?

Não há relação entre a pressão arterial e a pressão intraocular. Portanto, todo paciente deve idealmente medir sua pressão intraocular anualmente, mesmo que tenha a pressão arterial normal.

Muitos pacientes tem elevação da pressão intraocular sem sentir sintomas (assintomáticos).


Autor do artigo:

Dr. Lucca Ortolan Hansen

Médico Oftalmologista (USP)

CRM 177.002 | RQE 86.155


101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page